quarta-feira, 6 de março de 2013

Os filhos e a leitura

Hoje é cada vez menos frequente vermos uma criança ou mesmo um adolescente com um livro na mão.
Mas um computador é, desde muito cedo, oferecido à criança. Demasiado cedo, na minha opinião.
É claro que hoje as crianças crescem com os computadores, têm uma destreza enorme com essas novas tecnologias e isso é de louvar.
Contudo, penso que se está a perder o gosto pela leitura. Para muitos "ler é uma seca".
Como poderemos inverter a situação?
Bem, no meu caso, tenho tido a sorte de ter duas filhas que sempre gostaram de ler, e de escrever também. Uma mais que a outra, mas ambas dadas à leitura. No entanto, tenho verificado  que ultimamente passam mais tempo a jogar ou a ver filmes do que a ler.
Como eu sei que os filhos imitam muitas vezes os pais, tento fazer as minhas leituras na companhia das minhas filhas, na esperança de que me queiram imitar. Já tenho conseguido essa proeza, da qual sinto muito orgulho.
«Os filhos veem, os filhos fazem». 

Mais sobre este tema aqui.




1 comentário:

  1. Concordo plenamente. Eu sempre tentei estimular o gosto pela leitura às minhas filhas. Desde bebés que lhes compro livros e lhes leio histórias. Até á data elas adoram os livros.

    A mais velha já sabe ler e adora ler um bocadinho todos os dias os seus livros - neste momento está a ler os cinco. A mais nova ainda não sabe ler, mas adora folhear os livros e contar as histórias á sua maneira ou de me ouvir a contá-las.

    Se jogam oa computador? Jogam, mas o livro faz parte da rotina diária delas e pretendo que assim continue.

    Gostei muito do blog :)

    ResponderEliminar