Registar email para receber as novidades

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

E o balanço é... positivo!

 Mês de dezembro, final de mais um ano. É o momento de fazer um balanço.
Bem, este ano, uma vez mais, posso dizer que o balanço é francamente positivo. A vários níveis, graças a Deus.
Acredito, cada vez mais, que somos nós que influenciamos o nosso futuro. Energia positiva atrai coisas boas e acho mesmo que foi isso que aconteceu.
Este ano, esforcei-me por eliminar tudo o que era negativo da minha vida e entregar a Deus a minha vida, o meu futuro. Só posso estar  grata por isso.
E como o que é negativo eu não vou valorizar, apenas vou referir aqui o que de mais positivo e mais marcante experimentei, em 2016.






  1. Ter iniciado a prática regular de Pilates, na qual encontrei o meu ponto de equilíbrio, com inúmeras vantagens e benefícios para o corpo e para a mente;
  2. Ter experimentado, pela primeira vez, a travessia do Canal da Mancha (Ida pelo Eurotunnel e volta por Ferry);
  3. Ter passado uma semana de férias no estrangeiro, com a família, e percorrido milhares de km de carro;
  4. Ter conseguido estar em quatro países diferentes numa semana e ter visitado a magnífica cidade de Paris, entre outras, igualmente maravilhosas;
  5. Ter passado três semanas, de férias, em Inglaterra;
  6. Ter sido avó (a melhor coisa do Mundo!);
  7. Ter participado em caminhadas solidárias e manifestações pela Paz e convivido diariamente com pessoas com as quais me identifico cada vez mais;
  8. Ter aprofundado conhecimentos sobre uma área que me era um pouco obscura até há poucos anos atrás;
  9. Ter assistido à entrada da minha filha  no curso superior que ela tanto sonhava, Arquitetura, e partilhar com ela todos os momentos de alegria;
  10. Ter a meu lado o homem mais maravilhoso que podia ter nesta caminhada da vida, o melhor pai, o melhor marido, o melhor companheiro e amigo;
  11. Ter conseguido celebrar de forma fantástica datas importantes para os dois, enquanto casal.
  12. Ter chegado aos cinquenta anos, com saúde.


terça-feira, 29 de novembro de 2016

Pequenos gestos, grandes resultados!

Hoje vou falar-vos de pequenos gestos, ou melhor, pequenos hábitos que implementei na minha rotina da manhã (entenda-se, antes de sair de casa), que fazem toda a diferença no resto do meu dia.

  1. Levanto-me cedo (por volta das 6:45) e ponho música.
  2. Tomamos um bom pequeno-almoço, normalmente juntos.
  3. Tiro do congelador carne ou peixe para o jantar.
  4. Ponho a máquina de roupa a lavar (quando há roupa para lavar) ou estendo a roupa da máquina (no caso de ter ficado a lavar de noite).
  5. Arrumo a loiça lavada da máquina e limpo o lava-loiça.
  6. Limpo a cinza da lareira e o vidro do recuperador (com o método que uso, com a própria cinza e um pouco de papel de cozinha, é super rápido e eficaz).
  7. Fazemos as camas e arrumamos a roupa das cadeiras.
  8. Ao sair (cerca das 8:10) levamos o lixo para o contentor.

Algumas destas tarefas são feitas em equipa, o que facilita imenso.
Saímos de casa tranquilos e satisfeitos com a sensação de dever cumprido. 
Em seguida, vamos trabalhar e partir para outra missão, desta vez fora de casa.
Se, por qualquer razão, esta rotina é alterada, o dia já não corre tão bem!

domingo, 27 de novembro de 2016

Neste Natal não quero presentes...

É todos os anos a mesma coisa. Por mais que eu diga que não quero presentes, que não preciso de nada, há sempre alguém que vem com isto ou com aquilo. Eu sei que o fazem cheias de boas intenções, que até o fazem com prazer, mas incomoda-me o facto de as pessoas gastarem tempo e dinheiro a comprar presentes para mim e não terem um tempinho para fazerem companhia a quem precisa.
Há cada vez mais pessoas que vivem sozinhas porque os seus familiares estão demasiado ocupados com os seus afazeres. Será que não podem despender um pouco do seu tempo para os irem ver?
Por isso, eu digo sempre que não preciso de presentes, prefiro gestos de carinho, de atenção... Esses são insubstituíveis por qualquer objeto por mais bonito e caro que ele seja.
Felizmente não me falta o carinho, não me falta a atenção, mas também não me faltam os bens materiais.
Portanto, deixo um apelo a quem está com intenção de gastar dinheiro comigo este ano, para que não o faça. Que o guarde, pois um dia pode lhe fazer falta. Peço também que olhe em seu redor, e se vir alguém com frio ou com fome ou simplesmente com um olhar triste, lhe dê alguma atenção.
É esta a minha mensagem de Natal para este ano.


domingo, 13 de novembro de 2016

Bolo de castanhas

E hoje o dia foi passado na cozinha. Terminou na doçaria...
Hoje fiz um bolo de castanhas (na verdade fiz dois, mas o primeiro comeu-se tão depressa que nem deu para tirar foto. Nem arrefeceu!)

A receita é muito fácil.

Ingredientes: 
4 ovos
1 chávena e meia de açúcar
4 colheres de sopa de óleo de girassol
1 chávena de leite
2 chávenas de farinha com fermento
1 chávena de castanhas

Modo de preparação:
Comece por escaldar as castanhas, descascar e triturar (ou cortar em pedacinhos).
Em seguida, bata os ovos, o óleo, o leite e a farinha durante cinco minutos.
Depois, misture as castanhas e bata tudo mais um pouco.
Por fim, unte uma forma com manteiga e farinha e coloque aí o preparado.
Leve ao forno, pré-aquecido a 180º, durante 35 minutos.
E já está!
Bom apetite!

Leituras ao acaso

E como ler não faz mal a ninguém e eu só gosto de fazer o bem, aqui vão algumas sugestões de leituras, para o caso de estarem interessados/as.
Nesta pequena lista, fotografada ao acaso numa das minhas estantes, encontramos livros muito interessantes, apaixonantes mesmo. 
Como mãe que sou, destaco o livro "Mãe", não só por me ter sido oferecido pela minha princesa mais nova, no dia do meu aniversário, mas sobretudo porque acho que faz uma homenagem a todas as mães do Mundo.
O mais recente livro, que, por acaso, está no topo desta lista, intitulado "Deus, religiões, (in)felicidade", foi-me oferecido pelo seu autor, um grande amigo, o Pe. Anselmo Borges, por quem tenho elevada estima e admiração. Trata-se de um livro onde o autor faz uma reflexão sobre a adequação da Igreja aos nossos tempos. Um livro muito inspirador, sem dúvida. 
Depois, temos também um livro do Papa Francisco. Aqui está apenas um, mas do Papa Francisco existem vários cá em casa. Não só porque o admiro muito, mas sobretudo porque os seus escritos vão ao encontro das minhas preocupações atuais.
Outro livro bastante interessante, também oferecido pela sua autora, Sofia Branco, trata de um tema apaixonante. O papel da mulher nos tempos da guerra colonial. Tem imensos testemunhos de mulheres de militares dessa época, mulheres que conheci pessoalmente na apresentação do livro, e que são realmente mulheres com garra. Fantástico!
Nesta pequena lista, está também a Agenda da Mónica Duarte, autora do blogue A Dona de Casa Perfeita, que acompanho há vários anos com interesse. É uma agenda totalmente diferente das convencionais e por ser tão diferente, torna-se mais atrativa.
Boas leituras!





Ementa da semana - de 14 a 19 de novembro de 2016


Segunda-feira
Almoço: Sopa de legumes, arroz de cenoura e carne assada, salada mista e fruta.
Jantar: Lasanha de carne com salada mista e fruta.

Terça-feira
Almoço: Sopa de legumes, Frango assado com arroz de legumes e fruta.
Jantar: Peixe grelhado com batata cozida e bróculos, fruta.

Quarta-feira
Almoço: Sopa de legumes, Febras grelhadas com arroz e feijão, salada mista e fruta.
Jantar: Bacalhau à Brás com salada mista e fruta.

Quinta-feira
Almoço: Sopa de legumes, almôndegas com esparguete, salada mista e fruta.
Jantar: Lombos de pescada no forno com puré de maçã, salada mista e fruta.

Sexta-feira
Almoço: Sopa de legumes, arroz de cenoura e rissóis de camarão, salada mista e fruta.
Jantar: Lasanha de legumes, salada mista e fruta

Sábado
Almoço: Sopa de legumes, arroz de cenoura e carne assada, salada mista e fruta.
Jantar: Salmão grelhado com batata lourada, salada mista e fruta.

sábado, 12 de novembro de 2016

O poder das listas - compras inteligentes

Adoro fazer listas, já o disse aqui várias vezes.
Faço listas para quase tudo. 
Hoje vou falar-vos das listas de compras (uma vez mais!) e o seu poder na hora de poupar.
É muito raro ir ao supermercado sem fazer previamente uma lista, mas quando vou, já sei que vou gastar mais, vou comprar coisas de que não preciso e por vezes esqueço-me das coisas que realmente devo comprar.
Assim, antes de ir às compras, faço uma lista e para ajudar nessa tarefa leio sempre os folhetos das promoções, vejo o que faz falta no frigorífico, na arca congeladora, na despensa, etc.
Além disso, dou muita importância aos folhetos promocionais e, mesmo que eu não precise para essa semana de um determinado produto mas ele está em promoção, eu compro dois ou três, desde que sejam produtos que não se estraguem. Refiro-me por exemplo, a detergentes, produtos de higiene, no fundo a produtos não alimentares.
Normalmente faço as compras ao fim de semana, embora a lista seja feita ao longo de toda a semana.
Acho esta prática muito útil e tem funcionado comigo.
É natural que não esteja a dar novidade nenhuma aos meus leitores e às minhas leitoras, mas a verdade é que cada vez mais se veem pessoas a gastar dinheiro em compras desnecessárias.
Fica apenas a dica.
Se nunca experimentou fazer uma lista de compras antes de ir ao supermercado e precisa de orientar a sua bolsa, experimente e vai ver que não se arrepende.

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Castanhas - Tão bom!

Castanheiros na via pública Princess Drive, em Grantham (Reino Unido)
Adoro castanhas. Assadas, cozidas e até cruas, não consigo resistir. 
Este ano comi as primeiras castanhas, ainda em outubro, num país em que nem eu sabia que havia castanheiros. 
Descobri que não só há, como são de fácil acesso. Existem castanheiros na via pública, à disposição de quem lá passa. 
Foi o meu caso que, surpreendida com o achado, enchi os bolsos e fui assá-las assim que cheguei a casa.





É claro que não me vou ficar por aqui e, portanto, nos próximos dias as castanhas vão fazer parte das refeições lá de casa, não só para assinalar o S. Martinho, mas também porque a castanha é um alimento delicioso com imensos benefícios para a saúde.